Governo recua na flexibilização da quarentena após aumento de casos de Covid-19

·1 minuto de leitura

são PAULO — O governador João Doria (PSDB) afirmou nesta quarta-feira que vai adiar a flexibilização comercial no estado de São Paulo. A decisão foi tomada após um aumento no número de casos e internações por Covid-19. A atual fase de restrição, prevista para se encerrar em 1º de junho, foi prorrogada até o dia 14.

O comitê de contingência da Covid-19 se reuniu nesta manhã para definir o recuo. A nova fase, mais branda, permitiria a abertura de 60% na capacidade máxima de ocupação dos estabelecimentos comerciais. Atualmente, o comércio pode funcionar com até 40% de ocupação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos