Governo de SP descarta totalmente lockdown, diz secretário

Por Eduardo Simões
·1 minuto de leitura
.
.

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - O governo do Estado de São Paulo descarta totalmemte a imposição de um lockdown para conter a alta nos casos de Covid-19 no Estado, disse nesta quinta-feira o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, num momento em que se registra uma alta no número de casos e de internações pela doença.

"O governo do Estado de São Paulo descarta totalmente a realização de um lockdown. Isso não foi feito nem lá nos primórdios, nem nos períodos em que nós tínhamos realmente uma taxa de ocupação em unidades de terapia intensiva que superavam 95%, algumas chegavam a 100%", disse.

"Hoje, nós temos leitos disponíveis, nós temos respiradores, nós temos hospitais tecnicamente habilitados e nós temos índices da saúde que não nos revelam sequer, hoje, a despeito dos números, qualquer necessidade de retroceder no faseamento do Plano São Paulo", disse, referindo-se ao plano de reabertura da economia paulista.

Gorinchteyn disse ainda que todos os países que adotaram lockdowns se arrependeram posteriormente de terem adotado a medida e voltou a fazer um apelo para que a população não participe nem promova aglomerações e use máscaras.