Coronavírus: Governo de SP divulga primeiros resultados de testes de mortos durante a pandemia

Ana Letícia Leão
Foto: Cadu Rolim/Fotoarena/Sipa USA

A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou mais 20 mortos no estado em decorrência do novo coronavírus. O número faz parte das últimas 201 amostras analisadas de pacientes que já haviam morrido, pendentes desde o início da semana.

Segundo a pasta, dos 93 resultados 20 testaram positivo para Covid-19. Outras 73 amostras foram descartadas para coronavírus. O resultado dos outros 108 exames devem sair ainda nesta sexta-feira, informou a secretaria.

Leia também

São Paulo atinge, então, a marca de 208 mortos nesta sexta-feira em decorrência de complicações da doença. Além da capital paulista, outras 20 cidades do estado registram óbitos por Covid-19, entre elas Guarulhos, Osasco, Santo André, Campinas, Suzano e Praia Grande.Coronavírus Serviço:Tudo o que você precisa saber para lidar e se proteger da pandemia

Entre os mortos, são 117 homens e 91 mulheres. São Paulo tem, ainda, 3.506 casos confirmados, segundo último balanço da Secretaria de Saúde.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Rede de exames

Para tentar acelerar o diagnóstico, o governo anunciou ontem uma plataforma para analisar os resultados. Além da unidade central e das regionais do Instituto Adolfo Lutz, outras redes devem integrar a força-tarefa de diagnósticos. São elas: Instituto Butantan, Hospital das Clínicas da USP, Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, Hemocentro de Ribeirão Preto, Laboratório de Análises Clínicas e Patologia do Hospital das Clínicas da Unicamp e o Hemocentro de Botucatu. Com isso, a capacidade de realização de exames será de até 10 mil por dia, diz o governo de SP.Ontem, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou em coletiva de imprensa junto com o governador João Doria que a expectativa é de que os exames fiquem prontos em no máximo 48 horas. - Nós não podemos ter exames represados porque eles refletem em tempo real a evolução da epidemia. Essa é a meta, a automatização com saída direta dos resultados do sistema. Não temos motivo psra ficar atrasando uma parte importantíssima do combate à epidemia - criticou.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.