Governo de SP estende regras atuais de quarentena até 15 de julho

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO — O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira que vai prorrogar as atuais restrições para o combate à pandemia, previstas para durar até 30 de junho, até 15 de julho. A decisão foi tomada após aumento no número de casos, internações e óbitos por Covid-19, segundo o governador João Doria (PSDB).

A recomendação foi dada pelo Centro de Contingência de Covid-19. O estado se encontra atualmente na chamada "fase de transição" do Plano São Paulo.

Doria atribuiu a atrasos no envio de vacinas pelo Ministério da Saúde aos estados a interrupção da vacinação na capital paulista na última terça-feira. Citando casos similares em outros estados, ele negou que o esgotamento nas doses tenha sido fruto de uma falta de coordenação entre a prefeitura e o governo de São Paulo.

— Isso não implica em nenhuma desarmonia, nenhum desajuste, nenhuma falta de entendimento entre os poderes do estado e do município — declarou o governador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos