Governo de SP suspende jogos de futebol no estado e Paulistão pode ser paralisado

Dimitrius Dantas
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO — O governo de São Paulo decidiu suspender as atividades esportivas no estado. Com isso, o Campeonato Paulista será suspenso a partir da próxima segunda-feira. Os clubes e a Federação Paulista tentaram reverter a decisão nos últimos dias, mas o governador João Doria e os especialistas que o aconselham recomendaram a medida. A suspensão está prevista até o dia 30 de março.

A paralisação do Campeonato Paulista ocorre em meio ao pior momento da pandemia no estado. O governo considera que a situação do sistema de saúde em São Paulo se aproxima do colapso, com mais de 50 municípios com todos os seus leitos de UTI lotados.

Uma reunião entre os clubes da Federação Paulista deverá ocorrer às 15 horas para avaliar alternativas. Além do impacto no calendário do Campeonato Paulista, a interrupção até mesmo dos treinamentos é vista por parte dos clubes como prejudicial, já que outros torneios não serão paralisados, como a Copa do Brasil e a Libertadores.

Esse foi um dos argumentos utilizados para evitar que o governo optasse pela proibição as atividades esportivas em São Paulo. A Federação Paulista destacou ainda que obedece a um protocolo que envolve o teste periódico de jogadores e comissão técnica.

O governo de São Paulo já tinha considerado anunciar a suspensão dos jogos nesta quarta-feira, mas adiou a decisão, anunciada durante entrevista coletiva do governador João Doria nesta quinta-feira.

A suspensão dos jogos faz parte de uma série de restrições anunciadas pelo governo paulista e que inclui a proibição de celebrações religiosas coletivas, do uso de praias e parques, além de um toque de recolher das 20h às 5h,