Governo talibã não será reconhecido imediatamente (Casa Branca)

·1 minuto de leitura
(Arquivo) Jen Psaki faz um pronunciamento a jornalistas na Casa Branca (AFP/MANDEL NGAN)

A Casa Branca descartou nesta sexta-feira qualquer possibilidade de reconhecimento rápido de um governo talibã, e informou que ainda não decidiu se irá manter uma presença diplomática no Afeganistão após a retirada das tropas americanas, na próxima semana.

"Quero ser muito clara: não há pressa para nenhum tipo de reconhecimento por parte dos Estados Unidos ou de qualquer aliado internacional com quem tenhamos falado", disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki.

Os Estados Unidos indicaram que o reconhecimento de qualquer futuro regime talibã dependeria de que o mesmo não permitisse que o território afegão fosse usado como base para o terrorismo, e de que respeitasse os direitos humanos, principalmente o das mulheres, tratadas brutalmente por extremistas no passado.

O porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, disse que os talibãs pediram que os Estados Unidos tenham uma presença diplomática no país após o encerramento de sua retirada, na próxima terça-feira. Ele assinalou que a prioridade é a segurança e proteção dos funcionários americanos.

sms-fff-cl/ad/lda/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos