Governo Truss quer persuadir SoftBank para listar Arm em Londres, diz jornal

(Reuters) - O governo da primeira-ministra britânica Liz Truss vai pressionar por negociações de alto nível com o SoftBank para persuadi-lo a listar a fabricante de chips britânica Arm em Londres, informou o Financial Times nesta quinta-feira.

Os executivos do SoftBank começaram a conversar com autoridades britânicas sobre a possibilidade de uma dupla listagem, mas ainda estão mais interessados ​​em buscar uma única listagem em Nova York, segundo o FT.

O novo governo britânico vê a chance de ganhar pelo menos parte dos negócios com ações da Arm como uma "grande e rápida vitória" para mostrar que leva a sério o futuro da cidade de Londres, disse o jornal citando uma pessoa familiarizada com os planos do governo do Reino Unido.

O governo de Truss pressionará para manter conversas de alto nível depois que o período oficial de luto pela rainha terminar na próxima semana, acrescentou o jornal, citando autoridades familiarizadas com o assunto.

O bilionário fundador do SoftBank, Masayoshi Son, disse aos acionistas em junho ser a favor de uma listagem nos Estados Unidos, já que a maioria dos clientes da desenvolvedora britânica de chips tem sede lá.

O Financial Times informou em julho que o grupo japonês suspendeu seu plano de listar as ações da Arm em Londres por causa da turbulência política no Reino Unido após o colapso do governo do ex-primeiro-ministro Boris Johnson.

A Arm se recusou a comentar, enquanto SoftBank e Downing Street não responderam imediatamente aos pedidos de comentários.

(Por Rhea Binoy)