Governo vai manter previsão de crescimento do PIB acima de 2% neste ano, diz secretário

Manoel Ventura

BRASÍLIA - O secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior, afirmou que o governo vai manter a previsão de crescimento do PIB superior a 2% neste ano. No próximo dia 11, o Ministério da Economia divulga novas previsões de crescimento da atividade econômica porque, até agora, a pasta vem trabalhando com um alta de 2,4%.

PIB: país cresce 1,1% em 2019. Taxa é a menor desde o fim da recessão- A dinâmica do ano passado, separada por semestres, mostra um segundo mais forte e dinâmico do que o primeiro. Porque aprovamos a maior reforma paramétrica da reforma da previdência no Brasil. Veja a dificuldade de outros países. E medidas como o FGTS, que antecipamos a devolução de R$ 43 bilhões — afirmou.Para este ano, o secretário afirmou que é importante manter a agenda de reformas, com a votação da PEC dos fundos públicos, além das PECs da emergência fiscal, do pacto federativo, e mudanças no regime de recuperação fiscal dos estados. Também defendeu a aprovação das reformas administrativa e tributária, que o governo sequer propôs ao Congresso.

O secretário disse que o PIB veio em linha com as expectativas e atribuiu o resultado à aprovação da reforma da Previdência.- Fiscal, fiscal e fiscal bem feito tem retorno no curto, médio e longo prazo. No segundo semestre, quando a perspectiva de aprovação da reforma da Previdência se tornou clara, o PIB registrou crescimento que, anualizado, é de 2,3%. Para 2020, o plano é persistir nas reformas - disse ele.