Governo vai reformar 187 prédios em conjuntos habitacionais no Rio e Nova Iguaçu

Extra
·1 minuto de leitura

A Empresa de Obras Públicas (Emop) do Estado do Rio de Janeiro, vinculada à Secretaria estadual de Infraestrutura e Obras,vai reformar 187 prédios, em oito conjuntos habitacionais da Companhia Estadual de Habitação (Cehab), onde moram 5.660 famílias de baixa renda. Para isso, licitará em oito pregões eletrônicos cerca de R$ 21,2 milhões nos próximos dias 25, 26 e 27. A previsão é que as obras comecem até a primeira quinzena de janeiro e terminem ainda em 2021.

— O governador em exercício Cláudio Castro pediu a todas as secretarias que trabalhem com foco no combate à pobreza. E enxergamos que isso, na área de Infraestrutura e Obras, é investir em habitação e urbanização para a população de baixa renda — diz o secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro.

Segundo ele, os condomínios, construídos nas décadas de 60, 70 e 80, precisam de melhorias, que os moradores não tem como arcar. As obras serão nas áreas comuns, pintura nas fachadas e corredores, reforma nas coberturas e caixas d‘água. Os prédios estão localizados na capital (nos bairros da Cidade de Deus, Jacarepaguá, Realengo, Penha e Brás de Pina) e em Nova Iguaçu. O investimento médio estimado por família é de R$ 3,7 mil.