Grávida é morta e bebê arrancado da barriga em Macaé; suspeita está presa

Extra
·1 minuto de leitura

Uma grávida de 22 anos foi morta e teve o seu bebê arrancado da barriga nesta quarta-feira, dia 17, em Macaé, no Nortoeste do Rio de Janeiro. Pâmella Ferreira Andrade Martins, que estava com indo para o nono mês de gestação, foi encontrada morta dentro da sua casa, localizada no bairro Nova Holanda, por policiais militares do 32ºBPM (Macaé). De acordo com as testemunhas, a suspeita também tem 22 anos e seria amiga da vítima.

Após matar a jovem, que ainda é mãe de outro menino, de 3 anos, ela retirou o bebê da barriga e deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Barra de Macaé, e disse que era seu filho. A criança morreu pouco após dar entrada na unidade de saúde.

A PM foi acionada pela UPA para ir até o local, onde a suspeita entrou em contradição e não soube explicar a origem do recém-nascido. Ela foi presa em flagrante por agentes do Serviço Reservado da PM (P2). Na bolsa dela, foram encontrados um canivete e uma faca, que podem ter sido utilizados para matar a gestante.

A suspeita foi levada para123ª DP (Macaé), onde está detida. Segundo a Polícia Civil, as investigações indicam que ela participou do homicídio da mãe da criança, que foi morta para ter o bebê extraído da barriga.