Grávida do terceiro filho, Claudia Raia fala de programa no GNT, conta como está rotina e comenta críticas que recebeu ao encorajar outras mulheres

Grávida de seu terceiro filho, Luca, Claudia Raia terminou de gravar "Decora: vida de novela", programa que comanda com Stephanie Ribeiro no GNT. O último episódio da temporada será com Vera Fischer (veja foto dos bastidores abaixo) e irá ao ar nesta sexta (18).

— Adorei fazer. Foi uma delícia brincar de apresentadora. Gosto muito de falar com o público. Se tiver auditório, melhor ainda. Essa coisa do ao vivo me fascina. Eu sempre fui comunicadora. Me exercitei muito nos anos 1990, com "Globo de Ouro", especiais do Roberto Carlos e "Criança esperança". Depois fui migrando para a teledramaturgia. E comecei a fazer esse trabalho (de comunicação) no Instagram. Por causa disso fui chamada para o "Decora". Ainda não sei se vai ter segunda temporada, mas me fez muito feliz — avalia Claudia.

Renata Domínguez: aos 42 anos, atriz fala da reta final da primeira gestação e da luta para engravidar

Mãe aos 39: 'Tive outros casamentos, mas não me sentia preparada', diz Camila Rodrigues

A atriz, de 55 anos, conta que segue uma rotina de trabalho normal, mas com alguns cuidados:

— Claro que é um momento mais delicado, mas não deixo de fazer nada. Faço aula de canto, malho... Só estou segurando um pouco mais a quantidade de coisas seguidas. Se trabalho dois dias, descanso um. Mas, se deixar na minha mão, eu nem sento. Vou indo. Não mudou quase nada em relação às outras gestações. Me sinto muito disposta.

Casada com o ator e bailarino Jarbas Homem de Mello e mãe de Enzo, de 25 anos, e Sophia, de 19, Claudia chegou a fazer uma fertilização in vitro com óvulos que congelou aos 48. O procedimento não deu certo, mas a médica avisou que, devido à estimulação ovariana, ela tinha voltado a produzir óvulos, mesmo na menopausa:

— Ela disse: "Poucas vezes vi acontecer. Cuidado para não ficar grávida". Dei uma gargalhada. O Jarbas também achou engraçado.

Apesar da possibilidade, Claudia diz que o casal realmente não acreditou que a gestação poderia se concretizar.

— Quando a fertilização não deu certo, dei uma desencanada. Pensei: "O óvulo de 48 anos não fecundou. Imagina o de 55" — explica ela, que passou a menstruar com frequência e fez uma bateria de exames, incluindo o de sangue para comprovar gravidez: — Demora três dias para sair. Então, comprei um teste de farmácia. Deu positivo. Eu pensei: "Viu como não dá para confiar?". Nem pensei na possibilidade. Dois dias depois, minha médica me ligou chorando. Eu fiquei louca. O Jarbas estava numa live na hora. Não conseguia falar com ele. Ia e voltava. Imediatamente pensei em duas coisas importantes. Primeiro, que tinha sido abençoada. E dois: que estava sendo usada como instrumento para uma coisa maior, pra falar para as mulheres com quem já falo há um tempo que a gente pode tudo. Estamos no meio das nossas vidas, temos direito de fazer planos de longo prazo.

Ao mesmo tempo que Claudia recebeu uma enxurrada de mensagens parabenizando pela gravidez, houve críticas ao fato de a atriz, que passou por uma situação rara, estar encorajando outras mulheres:

— É uma falta de sororidade, para começar. Mulheres falando da outra mulher. E ninguém é criança. Quando você se arrisca, sabe que pode ter frustração. Se não se arriscar, não vai saber se dará certo. A vida adulta é saber lidar com a frustração. Mais do que falar em ter filho, estou falando de planos a longo prazo. Quando a gente chega aos 45 e entra na menopausa, parece que acabou, que temos que desacelerar e ficar no sofá. Você não vai fazer nada e ficar sem gerar sonhos? É muito triste. É disso que estou falando na verdade. Por essas pessoas que não querem participar deste momento comigo eu lamento. Precisam cuidar das cabeças, porque deve ter muita coisa mal resolvida.

O anúncio da gravidez nas redes também repercutiu. Claudia publicou um vídeo no Instagram em que aparece sapateando ao lado de Jarbas. Em certo momento, eles brincam com o som de passos de dança vindo da barriga dela. Os dois também mostram o teste com resultado positivo de uma marca conhecida. Depois disso, começaram a circular notícias de que ela teria recebido R$ 250 mil com o post de publicidade:

— Adoraria. Estou até querendo essa publi de R$ 250 mil. Acontece que fui falar o que aconteceu. Fui à farmácia, peguei o exame e fiz. Isso poderia ser informativo para as pessoas, porque não acreditei. Acabei recebendo o resultado certo. As pessoas falam o que querem, né? Eu tenho 40 anos de carreira. Você pode imaginar o que já falaram de mim. Não foi esse valor nem essa intenção. Fiz uma publi de um fato real que tinha acontecido. Essa é a diferença. Não fomos procurar a marca a inventamos aquela história.