Grécia autorizará voos internacionais a partir de 1º de julho

·1 minuto de leitura
Foto de 5 de maio de 2020, de jovens bebendo cervejas em uma colina com vista para o distrito de Koukaki, em Atenas
Foto de 5 de maio de 2020, de jovens bebendo cervejas em uma colina com vista para o distrito de Koukaki, em Atenas

A temporada turística começará em 15 de junho na Grécia, e os primeiros voos internacionais poderão chegar a partir de 1º de julho, anunciou nesta quarta-feira (20) o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis.

"A temporada turística começará em 15 de junho, com a abertura dos hotéis, e os voos diretos para o exterior serão retomados gradualmente a partir de 1º de julho", disse o chefe de governo.

A Grécia registrou menos de 170 mortes por COVID-19 em dois meses de pandemia, apontou Mitsotakis, observando que sua resposta imediata ao vírus pode ser considerada um "passaporte de segurança, credibilidade e saúde" para atrair visitantes.

"Vamos vencer a guerra econômica, assim como vencemos a da saúde", garantiu.

A Grécia, que está tentando se recuperar de uma longa década de crise da dívida decorrente de empréstimos sucessivos sob um plano de resgate, precisa urgentemente gerar renda com o turismo, um setor que representa um quinto de sua economia.

Para atrair turistas, as taxas sobre os transportes serão reduzidas de 24 para 13% nos próximos cinco meses, disse o primeiro-ministro.

Nesta quarta-feira, o ministro das Finanças enfatizou que, sem medidas de apoio às empresas, a Grécia poderá enfrentar uma contração econômica de até 13%.