Grécia conclui ampliação de cerca na fronteira para deter eventuais imigrantes afegãos

·1 minuto de leitura
Cerca na fronteira entre a Grécia e a Turquia

Por Karolina Tagaris

ATENAS (Reuters) - A Grécia informou nesta sexta-feira que completou uma cerca de 40 km em sua fronteira com a Turquia e um novo sistema de vigilância foi instalado para impedir que possíveis requerentes de asilo tentem chegar à Europa após a tomada do Afeganistão pelo Taliban.

Os acontecimentos no Afeganistão têm gerado temores na União Europeia de uma repetição da crise de refugiados de 2015, quando quase um milhão de pessoas em fuga da guerra e da pobreza no Oriente Médio e outros locais cruzaram da Turquia para a Grécia antes de viajarem para o norte rumo a países mais ricos.

A Grécia estava na linha de frente dessa crise e disse que suas forças de fronteira estão em alerta para garantir que não se torne a porta de entrada da Europa novamente.

A crise no Afeganistão criou "possibilidades para fluxos de imigrantes", disse o ministro da Proteção ao Cidadão, Michalis Chrisochoidis, após visitar a região de Evros na sexta-feira com o ministro da Defesa e o chefe das Forças Armadas.

"Não podemos esperar, passivamente, pelo possível impacto", disse Chrisochoidis a repórteres. "Nossas fronteiras permanecerão seguras e invioláveis."

Chrisochoidis afirmou que a extensão da cerca dos atuais 12,5 quilômetros foi concluída nos últimos dias, bem como um sistema de monitoramento eletrônico automatizado de alta tecnologia.

(Por Karolina Tagaris em Atenas; reportagem adicional de George Georgiopoulos em Atenas e Ece Toksabay em Ancara)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos