Grécia fecha praias, resorts e monumentos até 30 de abril e proíbe cruzeiros

ANA ESTELA DE SOUSA PINTO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cruzeiros foram proibidos de aportar no território grego e monumentos, sítios históricos, praias e resorts foram fechados até 30 de abril.

A partir de segunda, o número de consumidores dentro das lojas será limitado a apenas uma pessoa para cada 10 metros quadrados. Além de conter o coronavírus, a medida visa inibir corrida às compras.

O governo anunciou multa de 5.000 euros para quem desobedecer as regras de isolamento.

A Grécia também fechou as fronteiras com Albânia e Macedônia e proibiu voos e chegadas de navios dos dois países, além de da Itália e da Espanha.