Grécia quer permitir a entrada de turistas vacinados

·1 minuto de leitura
Crianças empurram um balão inflável representando o coronavírus em Tel Aviv, em 5 de fevereiro de 2021

A Grécia planeja suspender a quarentena para turistas vacinados de alguns países a partir da próxima semana, anunciou o governo nesta quinta-feira (15), com o objetivo de reanimar a indústria do turismo.

A iniciativa faz parte de um programa piloto que antecede a abertura oficial da temporada turística na Grécia, prevista para meados de maio.

"Este projeto se refere a visitantes de países europeus ou de outros países que possuem um certificado de vacinação ou testes de PCR", disse a porta-voz do governo, Aristotelia Pelonia.

Além da quarentena de sete dias, atualmente os viajantes que chegam à Grécia devem apresentar um teste negativo para coronavírus de menos de 72 horas.

Após um acordo bilateral, os turistas israelenses, já vacinados, não terão que atender a esses requisitos.

De acordo com a mídia local, a iniciativa diz respeito a viajantes de estados membros da União Europeia e de países que já vacinaram um grande número de seus cidadãos, como Reino Unido e Sérvia.

No entanto, Aristotelia Peloni disse que os viajantes serão obrigados a seguir as restrições em vigor na Grécia, como as limitações de circulação entre departamentos.

A UE trabalha em um certificado de saúde a ser apresentado neste verão para facilitar a viagem dos europeus que demonstrarem ter sido vacinados contra a covid-19, submetidos a um teste de PCR ou estarem imunes após terem sido infectados.

jph/hec/pc/mb/ap