Moradores de cidade turca atacam campo de refugiados sírios

Ancara, 8 abr (EFE).- Cerca de 300 moradores da cidade turca de Torbali atacaram neste sábado um acampamento onde estão alojados refugiados sírios, obrigando-os a fugir, informou a emissora "CNNTÜRK".

Segundo esta fonte, o ataque aconteceu nesta manhã, depois que ontem à noite foi registrada uma briga quando uma família turca denunciou que um de seus integrantes, um menor, tinha sido agredido por sírios.

Nessa confusão, na qual foram usadas armas brancas, ficaram feridas 30 pessoas.

Nesta manhã, cerca de 300 pessoas, armadas com facas e paus, atacaram o acampamento onde vivem 500 sírios, que escaparam do lugar.

Segundo a "CNNTÜRK", os moradores turcos destruíram as barracas de campanha onde se alojam os sírios, que trabalham como temporários na região.

A Turquia acolhe 3,5 milhões de refugiados, a grande maioria da Síria.

Ancara não dá status de refugiado aos sírios, mas os considera "hóspedes": não têm residência legal nem podem obter um emprego oficialmente, mas não os expulsa nem os impede de trabalhar de maneira irregular na agricultura, oficinas ou fábricas. EFE