Grécia suspende obrigação de usar máscaras ao ar livre

·1 minuto de leitura
Mulher na saída do centro de saúde de Elafonissos após ser vacinada contra a covid-19 na Ilha Elafonisos, Grécia

A Grécia anunciou, nesta quarta-feira (23), o fim do uso obrigatório da máscara ao ar livre a partir de quinta-feira, exceto em casos de grandes aglomerações de pessoas, seguindo os passos da França, Espanha e Itália.

Com a situação sanitária melhorando, o turístico país mediterrâneo também levantará o toque de recolher a partir de segunda-feira, disse o vice-ministro da Proteção Civil, Nikos Hardalias.

"O número de pessoas entubadas e de mortos diminui todos os dias. A situação atual é animadora", disse Vana Papaevaggelou, membro do comitê científico que assessora o governo grego.

Os trabalhadores vacinados não terão mais que fazer um teste de diagnóstico por semana. Além disso, o número de pessoas autorizadas por mesa nos restaurantes e cafés passará de seis para dez.

A Grécia, confinada desde 7 de novembro, suspendeu de um dia para o outro todas as restrições à circulação, tanto terrestre como marítima, devido ao início da temporada turística em 14 de maio.

Para entrar no país, é necessário apenas um teste rápido de antígenos com resultado negativo.

Dos 10,8 milhões de habitantes, mais de 7,6 milhões estão vacinados, entre eles 3,2 milhões receberam duas doses.

No total, 419.455 pessoas se infectaram e 12.595 morreram de coronavírus na Grécia.

mr/chv/slb/tjc/mb/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos