Grêmio vence a Chapecoense e renova esperança de ficar na Série A

·2 min de leitura
CHAPECÓ, SC, 20.11.2021: CHAPECOENSE-GRÊMIO - Thiago Santos jogador do Grêmio comemora seu gol com jogadores do seu time durante partida contra o Chapecoense no estadio Arena Condá pelo campeonato Brasileiro A 2021. (Foto: Dinho Zanotto/AGIF/Folhapress)
CHAPECÓ, SC, 20.11.2021: CHAPECOENSE-GRÊMIO - Thiago Santos jogador do Grêmio comemora seu gol com jogadores do seu time durante partida contra o Chapecoense no estadio Arena Condá pelo campeonato Brasileiro A 2021. (Foto: Dinho Zanotto/AGIF/Folhapress)

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio venceu a Chapecoense por 3 a 1, neste sábado (20), na Arena Condá (SC), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado, conquistado com gols de Lucas Silva, Thiago Santos e Laércio, contra, mantém viva a esperança de evitar o rebaixamento. Cortez, contra, fez o gol da Chape.

Agora com 35 pontos, time gaúcho fica quatro atrás do primeiro fora da zona de rebaixamento. Faltam ao Grêmio cinco jogos para o fim da disputa. A Chapecoense, com 15 pontos, já está matematicamente rebaixada.

A Chapecoense volta a campo na próxima sexta-feira (26) para encarar o Atlético-GO. O Grêmio joga antes, na terça-feira (23), contra o Flamengo.

Gabriel Chapecó voltou da seleção como titular. Depois de ser convocado por Tite, o goleiro retomou posto que havia deixado com Brenno. A única troca foi o nome pelo qual será chamado. Por iniciativa dele, em homenagem ao pai, Marcelo Grando, que morreu em 2007, ele passará a ser chamado de Gabriel Grando.

Já rebaixada para Série B, a Chapecoense entrou em campo de olho na temporada que vem. Jogadores com contratos se encerrando e que não permanecerão no clube no ano que vem sequer foram utilizados. Em campo, a postura foi muito recuada, com praticamente o time inteiro atrás durante todo o jogo.

O Grêmio dominou a partida. Com uma postura mais ofensiva e interessada que o adversário, trocou passes em busca de espaço para uma conclusão melhor. Teve dificuldades durante boa parte da partida, mas acabou achando o caminho com muita insistência.

Lucas Silva abriu o placar para o Grêmio aos 38 minutos do primeiro tempo. Thiago Santos ampliou a viagem gaúcha aos 14 minutos da etapa final. Cortez marcou contra e a Chapecoense descontou aos 31 do segundo tempo. Mas Laércio, da Chape, também marcou contra e definiu o placar quatro minutos depois.

Como a torcida do Grêmio está punida, a Chapecoense optou por cancelar a venda de ingressos para o jogo temendo que torcedores do Tricolor se infiltrassem entre os locais para acompanhar a partida. Apenas sócios da Chape estiveram presentes. Ainda assim, segundo o Sportv, três torcedores foram retirados do estádio no intervalo porque comemoraram o primeiro gol do Grêmio.

CHAPECOENSE

João Paulo; Ezequiel, Laércio, Ignácio e Busanello; Anderson Leite, Moisés Ribeiro (Bruno Silva), Ronei (Renê Júnior) e Mike (Rodriguinho); Kaio Nunes (Lima) e Henrique Almeida (Geuvânio). T.: Felipe Endres

GRÊMIO

Gabriel Grando; Rafinha (Vanderson), Kannemann, Geromel e Cortez; Lucas Silva, Campaz (Bobsin) e Thiago Santos (Villasanti); Ferreira, Jhonata Robert (Alisson) e Diego Souza (Borja). T.: Vagner Mancini

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Árbitro: Rodolpho Toski Marque

Auxiliares: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn

VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira

Cartões amarelos: Anderson Leite (CHA); Cortez (GRE);

Gols: Lucas Silva (GRE) aos 38min do 1ºT; Thiago Santos (GRE) aos 14min, Cortez (GRE), contra, aos 31min, e Laércio (CHA), contra, aos 35min do 2ºT.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos