Gramado do Rio: no interior do estado, Miguel Pereira ganha atrações inspiradas em cidade gaúcha

Situada a 618 metros acima do nível do mar, Miguel Pereira possui um clima considerado um dos melhores do mundo, por ter temperaturas médias amenas e constantes e chuvas bem distribuídas ao longo do ano. A cidade do Centro-Sul fluminense, com cerca de 25 mil habitantes, que reúne montanhas, lagos e cachoeiras, já guardava semelhanças de belezas naturais com a Serra Gaúcha. Agora, mais do que nunca, atrações voltadas para a agenda cultural, o entretenimento infantil e o turismo gastronômico lhe renderam de vez um novo apelido: a Gramado do Rio.

Curtição: Verão Rio volta a Ipanema para exaltar a energia da estação

Gastronomia: Dono da rede Belmonte, nascida de um bar de 1952, está resgatando casas tradicionais da cidade

Foi em Miguel Pereira que abriu as portas, em outubro do ano passado, o Parque Terra dos Dinos, o maior parque de dinossauros do mundo, localizado em plena Mata Atlântica. O espaço conta com mais de 40 modelos de bichos pré-históricos, em escalas reais, divididos em três períodos da história do Planeta Terra, além de uma réplica com mais de 30 metros de comprimento de um argentinossauro. O objetivo é fornecer aos visitantes a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre paleontologia e fossilização de maneira lúdica e divertida.

Na região, também foi inaugurado a chamada Rua Coberta, um complexo gastronômico com dois restaurantes panorâmicos e oito lojas gourmets. Com projeto paisagístico próprio, o local contará ainda com duas salas de cinema e salas comerciais. Próximo dali, no Lago Javary, um dos cartões-postais da cidade, deverá ficar lá uma unidade do Pedro dos Leitões, um tradicional restaurante português de mais de 80 anos. Mais adiante, fica a Rua Torta, área de lazer em curvas cobertas com flores e árvores e conta com iluminação especial também inspirada na cidade gaúcha.

— O turismo movimenta a economia de Miguel Pereira, hoje a segunda cidade mais visitada do estado. Por isso, investimos na área, com a inauguração de atrações que fazem parte do sonho de consolidar Miguel Pereira como a Gramado Carioca — pontua o prefeito da cidade, André Português.

De acordo com ele, em breve também será inaugurado o Parque das Aves, o primeiro de solturas no país, e que terá viveiros, berçários de animais, além de borboletários. O espaço ainda contemplará acessos por trilhas, que levarão os turistas a caminhadas de uma a duas horas, num ambiente de mata nativa, interações e informações. A ideia é, entre tucanos, papagaios, corujas e garças, trazer conceitos de educação ambiental, sustentabilidade e consciência ecológica:

— Miguel Pereira se transformou em referência no estado do Rio. Estamos levando a cidade para outro patamar. Isso é resultado de um trabalho que envolve uma gestão responsável, empreendedora e inovadora. Tenho buscado parcerias com a iniciativa privada para garantir o desenvolvimento do município. O foco é atrair novos empreendimentos e projetos, gerando emprego e renda para a população. E o mais importante: economizando recursos dos cofres públicos.

Ainda está prevista a inauguração da Maria Fumaça, primeiro trem turístico do Rio e que irá até o trecho da Ponte Engenheiro Paulo de Frontin, em Vera Cruz, outro cartão-postal da região. Com estrutura metálica que forma um grande arco sobre o Rio Santana, o viaduto em ferro e em curva foi construído em 1897, possui 82 metros de comprimento e 32 metros de altura.