Grammy Latino terá cerimônia pela web só para brasileiros, com shows de Emicida e Melim

O Globo
·2 minuto de leitura
Divulgação
Divulgação

RIO DE JANEIRO — Pela primeira vez, hoje, o Grammy Latino terá uma cerimônia especial para o público brasileiro, em que serão anunciados os ganhadores nas categorias dedicadas à música em português. A edição brasileira será conduzida pela modelo Lais Ribeiro e terá uma performance de Emicida (indicado nas categorias melhor álbum de rock ou música alternativa em português e melhor canção em português), em um dueto com o cantor e compositor Marcos Valle. O grupo Melim, que disputa melhor álbum pop contemporâneo em português, também participa da premiação com uma apresentação da canção “Eu feat. você”.

As categorias brasileiras incluem prêmios para melhor álbum de pop contemporâneo, de rock, samba e MPB. Entre os concorrentes nestas categorias, estão Pabllo Vittar, Emicida, Elza Soares, Céu e Anavitória. Nas categorias mistas, que incluem artistas de vários países, alguns brasileiros se destacam: Anitta está indicada como melhor música urbana por “Rave de favela”, parceria com MC Lan, BEAM e Major Lazer, em disputa com pesos pesados do pop mundial, como a espanhola Rosalía e o colombiano J Balvin. Já os músicos Yamandu Costa (com o disco “Festejo”) e Caetano Brasil (“Cartografias”) concorrem a melhor álbum instrumental, enquanto BaianaSystem & Tropkillaz (“Saci remix”) e a rapper Bivolt (“Cubana”) estão no páreo na categoria melhor vídeo musical. A cantora Céu disputa o prêmio de melhor engenharia de gravação pelo disco “Apká!”.

Por conta da pandemia da Covid-19, o Grammy Latino não terá plateia ao vivo nem tapete vermelho. A première será transmitida ao vivo a partir das 17 horas (horário de Brasília) exclusivamente na página Latin GRAMMYs no Facebook. A cerimônia especial para o público brasileiro acontece a partir das 19h (horário de Brasília). Já a premiação principal terá início às 22h, com J Balvin, grande astro da música latina atualmente, liderando as indicações: ele aparece em 13 categorias, seguido pelo cantor porto-riquenho de reggaeton e latin trap Bad Bunny, que tem nove.

Entre os números programados para a cerimônia principal, o mais aguardado é o do rapper Pitbull, que se apresentará com uma banda formada por profissionais da área da saúde que trabalham na linha de frente ao combate à pandemia. O Grammy Latino avalia as gravações musicais lançadas entre junho de 2019 e maio de 2020, divididas em 53 categorias.