Grand Slam de Baku: Telma Monteiro conquista medalha de prata

Teve início esta sexta-feira o Grand Slam de Baku, que decorre na capital do Azerbaijão.

A portuguesa Telma Monteiro conquistou a medalha de prata em -57kg, perdendo somente na final, frente à canadiana campeã mundial de 2019, Christa Deguchi,numa luta que ultrapassou os seis minutos. A medalha da portuguesa segue-se à exibição menos notável de há poucas semanas atrás no Grand Slam de Abu Dhabi, onde a atleta foi eliminada na estreia.

As judocas foram condecoradas pelo diretor de Arbitragem da Federação Internacional de Judo (FIJ), Florin Daniel Lascau.

As restantes categorias em prova

Para a seleção da casa, o torneio começou da melhor forma. O jovem Balabay Aghayev sagrou-se campeão em -60kg, levando o público ao rubro. O azeri venceu, na final, o ucraniano Dilshot Khalmatov.

O presidente da Federação de Judo do Azerbaijão, Rashad Nabiyev, apresentou as medalhas.

Quando se compete em casa em frente a um público como este, o apoio que se sente dá motivação e não se pensa em perder. Nem se sente o cansaço, o que importa é vencer.

Para além da medalha de ouro de Balabay Aghayev, o público da casa teve mais razões para celebrar: a medalha de bronze do herói Orkhan Safarov, que venceu o seu último combate por ippon, e a medalha de bronze de Karamat Huseynov, que venceu de forma imponente, também por ippon.

Em -48kg, a francesa campeã europeia Shirine Boukli venceu, por ippon, a italiana Francesca Milani, com um poderoso arremesso de quadril, típico da judoca francesa, ao fim de apenas 30 segundos de combate. Esta foi a primeira medalha da França na competição.

O ministro da Juventude e Desporto do Azerbaijão, Farid Gayibov, condecorou as judocas.

Praticamos uma modalidade difícil. A vida é assim, vencer dá-me força para os próximos desafios, seja o mundial ou um Master, e também para a minha carreira. Hoje foi um dia bom e vou tornar-me cada vez melhor.

Em -52kg, a uzbeque Diyora Keldiyorova alcançou uma vitória tática sobre a mongol Sororbaram Lkhagvasuren, somando o seu segundo título num Grand Slam este ano.

A judoca foi premiada pelo vice-Presidente da FIJ, Laszlo Toth.

O moldavo Denis Vieru sagrou-se campeão na categoria de -66kg, ao derrotar, na final, Mulorajab Khalifaev, do Tajiquistão.

As medalhas foram apresentadas pelo ministro da Defesa do Azerbaijão, Madat Guliyev.

Durante a cerimónia oficial de abertura da prova, a Federação de Judo do Azerbaijão celebrou os seus 50 anos de existência. A cerimónia oficial de abertura foi presidida pelo ministro da Juventude e Desporto do Azerbaijão, Farid Gayibov, pelo vice-presidente da Federação Internacional de Judo (FIJ), Laszlo Toth, e pelo vice-presidente da Federação de Judo do Azerbaijão, Rovshan Rustamov.

A seleção portuguesa

Para além da exibição excecional de Telma Monteiro, os judocas Rodrigo Costa Lopes (-60 kg) e a vice-campeã europeia Catarina Costa (-48 kg) foram afastados esta sexta-feira ao primeiro combate.

Recorde-se que Catarina Costa alcançou em Outubro o quinto lugar no Grand Slam de Abu Dhabi.

No domingo, estarão em prova Patrícia Sampaio (-78 kg), Rochele Nunes (+78 kg), Anri Egutidze (-90 kg) e Jorge Fonseca (-100 kg).