Com graves problemas pulmonares, cacique Aritana tem suspeita de COVID-19

Foto de arquivo do cacique Aritana, do Alto Xingu, em 14 de agosto de 2005

O cacique Aritana, líder do Alto Xingu, sofre de graves problemas respiratórios e suspeita-se que tenha contraído o novo coronavírus, informou um de seus filhos à AFP, nesta segunda-feira (20).

"Meu pai está em situação muito grave, ele vai ser transferido para um hospital de Goiânia", informou por telefone o filho Tapi, que está na cidade mato-grossense de Canarana, a 838 km da capital Cuiabá, onde fica a reserva Parque Indígena Xingu.

Aritana, de 70 anos e hipertenso, foi submetido no hospital municipal de Canarana a uma tomografia dos pulmões, após ter apresentado fraqueza e não conseguir se levantar ou se alimentar, relatou Tapi, que ajudou na remoção do cacique da comunidade Yawalapiti.

"O pulmão do meu pai está muito danificado. Então a preocupação do médico é fazer um tratamento pulmonar", completou.

De acordo com grupos Xingu, o cacique "está estável, recebendo oxigênio e hoje (segunda-feira) comeu bem", mas só será transferido na terça-feira para um hospital de Goiânia, onde terá à disposição uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O líder indígena pode ter contraído o novo coronavírus em sua aldeia de Yawalapiti, no coração da reserva Xingu.

"Na minha aldeia já tem quatro casos confirmados de COVID-19 e no resto da minha comunidade estão todos doentes. O médico esta aguardando que meu pai complete 8 dias (com sintomas) para fazer o teste e ver se ele realmente pegou COVID-19", explicou Tapi.

Aritana teria perdido um irmão, um primo e uma sobrinha para o coronavírus, segundo relatos de membros do povo Xingu, citados pelo portal UOL.

Pelo menos cinco índios Xingu faleceram por coronavírus e 74 estão contaminados, registrou a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) em seu boletim mais recente, publicado em 18 de julho.

No total, 230 indígenas faleceram da COVID-19 e 11.885 estão contaminados, segundo o órgão.

As comunidades indígenas, historicamente dizimadas por doenças trazidas da Europa, têm baixa imunidade para os vírus que chegam do exterior.

"Estamos terrivelmente preocupados com o cacique Aritana, que é o maior cacique dos povos do Alto Xingu e um grande amigo de Raoni" Metuktire, líder dos kayapós, que também sofreu um problema de saúde no fim de semana, declarou o presidente da ONG francesa Planète Amazone, Gert-Peter Bruch, à AFP.

Nosso objetivo é criar um local seguro e atraente para os usuários se conectarem a interesses e paixões. Para melhorar a experiência de nossa comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários dos artigos.