Grávida com dores é liberada de hospital e dá à luz na rua em SP

·1 minuto de leitura
Mãe dá à luz com ajuda de garapeiro em Ribeirão Preto (SP)
Mãe dá à luz com ajuda de garapeiro em Ribeirão Preto (SP)
  • Uma gestante deu à luz na calçada em Ribeirão Preto (interior de São Paulo)

  • Heloísa de Almeida Palmeira entrou em trabalho de parto em frente a uma banca de caldo de cana e foi socorrida por um garapeiro

  • A servidora pública chegou a ir à maternidade relatando fortes dores, porém foi liberada

A servidora pública Heloísa de Almeida Palmeira deu à luz na calçada, em Ribeirão Preto (interior de São Paulo) após ter sido liberada do hospital mesmo com fortes dores decorrentes do nono mês de gestação.

O parto aconteceu em 12 de junho, quando Heloísa procurou o Centro de Referência em Saúde da Mulher. Ela afirmou ao portal G1 que recebeu medicações e foi liberada. Em seguida, pediu uma água de coco a um garapeiro, mas entrou em trabalho de parto em frente à banca.

Leia também:

"Eu pedi uma água de coco, estava com muita dor e gritando. Dei dois goles na água de coco e ela nasceu", relembrou Heloísa em entrevista ao portal G1. "Tentei segurar a mão dela o mais forte possível e passar força para ela. A primeira sensação que vem é aquele impacto de desespero", afirmou o mecânico Fábio Palmeira, marido dela.

O dono da banca de caldo de cana, Walter Silva Prado, viu o desespero e ajudou o marido da gestante na realização do parto, antes da chegada de profissionais da maternidade. Ele foi o primeiro a segurar Diana, filha do casal.

"A primeira reação que vem é a de socorrer, não se sabe de que jeito mas a primeira reação é socorrer. Depois a gente vê o que acontece. Eu peguei a criança e dei para mãe", disse Walter.

Em nota ao portal G1, a diretoria do hospital informou que todos os cuidados e orientações com base em protocolos clínicos foram prestados. Também comunicou que uma equipe de enfermeiros viu que o parto tinha acontecido e conduziu mãe e filha para dentro da unidade, onde elas foram atendidas e de onde receberam alta dois dias depois.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos