Greta Thunberg chama de 'vergonhosa' atitude de líderes brasileiros com o meio ambiente

·1 minuto de leitura
A ativista climática alemã Luisa Neubauer (E) e a ativista sueca Greta Thunberg protestam em frente ao Parlamento sueco durante uma manifestação semanal de Fridays for Future em 20 de agosto de 2021, em Estocolmo, Suécia (AFP/Christine OLSSON)

A ativista ambiental sueca Greta Thunberg disse nesta sexta-feira (10) que é "extremamente vergonhoso" o que os líderes brasileiros estão fazendo com o meio ambiente e com os povos indígenas, em uma mensagem virtual para o Senado brasileiro.

Thunberg, de 18 anos, conhecida mundialmente por sua greve escolar contra a mudança climática, participou remotamente de uma sessão dedicada ao último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da ONU.

“O Brasil claramente não começou esta crise, mas acrescentou muito combustível a este incêndio”, disse ela, sobre o aquecimento global.

“Os erros dos líderes mundiais não têm desculpa; o Brasil não tem desculpa para não assumir a sua responsabilidade”, acrescentou ela aos parlamentares em uma mensagem breve, mas contundente.

A Amazônia "está no limite", alertou a ativista. “Está emitindo mais carbono do que consome devido ao desmatamento e às queimadas, e isso está acontecendo enquanto assistimos”, disse ela. "Isso está sendo alimentado diretamente por seu governo", disse ela aos senadores, referindo-se ao governo de Jair Bolsonaro.

A ativista pediu a união com base na ciência para perseguir as metas do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas e, assim, "proteger a Amazônia e os povos indígenas".

“As pessoas no mundo todo estão olhando para vocês neste momento”, alertou.

O relatório do IPCC, divulgado em agosto, indicou que o aquecimento global está se desenvolvendo mais rápido do que o esperado, especialmente como consequência da atividade humana.

mls/jc/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos