Greta Thunberg quer rediscutir a forma como alimentos são produzidos

·1 minuto de leitura

ESTOCOLMO (Reuters) - A ativista ambiental sueca Greta Thunberg disse que quer repensar a forma como o mundo produz e consome alimentos para neutralizar o trio de ameaças representadas por emissões de carbono, surtos de doenças e sofrimento animal.

Em um vídeo postado no Twitter neste sábado, Thunberg disse que o impacto ambiental da agricultura e surtos de doenças como a Covid-19, que se supõe ter surgido a partir de animais, seriam reduzidos com mudanças na forma como os alimentos são produzidos.

"Nosso relacionamento com a natureza está deteriorado. Mas relacionamentos podem mudar", disse Thunberg no vídeo que marca o Dia Internacional da Diversidade Biológica.

O foco na agricultura e a vinculação da crise climática à pandemia é um novo ângulo no ativismo de Thunberg, que normalmente concentra sua ira nos formuladores de políticas e nas emissões de carbono vindas de combustíveis fósseis.

“A crise climática, a crise ecológica e a crise da saúde estão todas interligadas”, disse ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos