Greta Thunberg reage com ironia a post de Trump pelo fim da contagem de votos

Extra
·1 minuto de leitura

A ativista Greta Thunberg, de 17 anos, rebateu, sarcasticamente, o post que o presidente dos EUA, Donald Trump, fez nesta quinta-feira, em caixa alta, pedindo que a contagem dos votos da eleição fosse interrompida. "PAREM A CONTAGEM!", clamou. A jovem sueca fez das palavras de Trump, dirigidas para ela num tweet de 2019, a sua própria mensagem para o candidado republicano hoje.

"Tão ridículo. Donald precisa resolver seu problema de controle da raiva e depois assistir a um bom filme à moda antiga com um amigo! Calma Donald, calma!", postou Greta nesta quinta-feira.

Em dezembro do ano passado, Trump havia reagido com estas palavras à nomeação da ativista climática como "pessoa do ano" pela revista Time.

Essa não foi a primeira vez que Greta usou ironia para rebater o presidente norte-americano. Ela já mudou sua descrição no perfil do Twitter para "adolescente trabalhando em seu problema de controle da raiva" depois de ser criticada por Trump. Outra situação foi quando o republicano a chamou de "uma jovem muito feliz ansiosa por um futuro brilhante e maravilhoso" e a expressão também entrou para sua rede social. O presidente Jair Bolsonaro inclusive também inspirou outra ação irônica como essas. Após chamar Greta de "pirralha", a sueca incluiu a palavra em sua bio do microblog.