Greta usa ironia nas redes sociais para responder ofensa de Bolsonaro

(Pablo Blazquez Dominguez/Getty Images)

Poucas horas após ser chamada de ‘pirralha’ pelo presidente Jair Bolsonaro, a ativista Greta Thunberg respondeu ao ataques feitos pelo político brasileiro com sarcasmo. Para tal, usou suas redes sociais.

“Pirralha”, indica a biografia dela em sua conta oficial no Twitter. Atualmente, Greta tem mais de três milhões de seguidores na rede de microblogs.

Leia também

A mudança na biografia foi, até o momento, a única resposta da ativista de 16 anos ao presidente Bolsonaro. A citação a ela foi feita durante rápida entrevista na saída do Palácio do Planalto nesta terça (10).

Reprodução

"Qual o nome daquela menina lá? De fora, lá? Greta. A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí. Pirralha", disse Bolsonaro.

A garota disse que as populações indígenas têm sido mortas no Brasil por proteger a floresta amazônica. Desde 2013, os guajajaras atuam para a repressão a crimes ambientais, em um grupo chamado "Guardiões da Floresta".

O presidente afirmou que "qualquer morte preocupa" no país e que o governo federal quer fazer cumprir a lei e reduzir o desmatamento ilegal no país. Entre agosto de 2018 e julho de 2019, o Brasil bateu o recorde do desmatamento na Amazônia desta década.

"Preocupa, qualquer morte preocupa. Nós queremos cumprir a lei, somos contra o desmatamento ilegal, somos contra a queimada ilegal. Tudo que for contra a lei nós somos contra", disse.