Gretchen diz que 'gay quer ser mulher' em entrevista no YouTube e depois pede desculpas

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — Considerada um ícone por parte da comunidade LGBTQIA+, a cantora Gretchen se envolveu numa polêmica neste sábado (27), em uma entrevista no programa Talk Flow, no Youtube. Ela declarou que "gay quer ser uma mulher", complementando, em tom de brincadeira: "Sou a bicha que deu certo, eu nasci mulher. Mas tenho as atitudes e o jeito de um travesti".

Gretchen, que é mãe de Tammy Miranda, trans que passou por uma cirurgia de redesignação sexual, voltou ao tema em suas redes, após sofrer críticas: "É impressionante como as pessoas gostam de utilizar falas minhas pra mudarem o sentido das coisas. Gente, parem de ficar dramatizando um comentário bem humorado e sem maldade. Está ficando difícil de se expressar no mundo de hoje".

Pouco tempo depois, no entanto, a cantora apagou os posts e subiu um novo, se desculpando por suas colocações. "Olá, meus amores! Em uma entrevista concedida ao vivo, eu me expressei muito mal em uma resposta, e magoei muitas pessoas a quem eu amo tanto e que tanto me respeitam. Mesmo após esses anos todos de uma convivência super amorosa com o universo LGBTQIA+, e mesmo eu tendo tanto orgulho de ter um filho trans, eu não estou isenta de cometer erros. Por isso, peço desculpas sinceras e de coração por essa fala infeliz. Prometo levar este aprendizado e seguir sempre evoluindo e aprendendo. E prometo também, quando errar, ouvi-los, e me desculpar imeditamente.", destacou na mensagem.

Neste domingo, a cantora postou sua foto sendo vacinada, em Belém do Pará. "Uhuuuu. Vacinadaaaaaaa. Obrigada SUS. Obrigada Pará", escreveu ela no Instagram. Na última quarta, a capital Paraense iniciou a vacinação para pessoas entre 60 a 67 anos. Gretchen tem 61 anos.