Gretchen rebate críticas sobre pelos no peito e diz que novo visual é 'sonho da juventude'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A cantora Gretchen acompanhou as críticas que recentemente recebeu, nas redes sociais, pelas mudanças que realizou no corpo e no rosto por meio de procedimentos estéticos. "Vi várias pessoas postando minhas fotos (e escrevendo): 'Se você não quer ficar com o rosto da Gretchen, me procure'. Gente, isso já está antigo, feio! Já está sem graça falar isso. O meu rosto mudou? Mudou, sim! Ficou diferente do que eu era? Graças a Deus, porque não era legal do jeito que era. E eu gosto muito do jeito que está agora: uma mandíbula legal, a boca legal, os dentes maravilhosos... A gente tem sempre que estar melhorando. Se a gente não faz pela gente, quem vai fazer?", ela desabafou.

Descendente: Gretchen parabeniza filha pelos 19 anos, e beleza da menina encanta web; veja fotos

Gusttavo Lima: De cortador de cana a embaixador do agronegócio, quem é o astro sertanejo?

Em vídeo publicado em seu canal no YouTube, Gretchen admitiu que é adepta da harmonização facial, procedimento que usa ácido hialurônico, por meio de injeções no rosto, para alterar as angulações e projeções de regiões como o queixo, o nariz e o maxilar. A última aplicação foi feita há pouco mais de um mês ("Se eu não fizer a manutenção da harmonização, vai cair tudo", ela diz).

A cantora dos hits "Conga, conga, conga" e "Melô do piripipi" reforçou que, aos 63 anos, faz treinos regulares de musculação, de segunda a quinta-feira, e realiza entre 150 e 300 abdominais por dia. "Ah, mas ela fez plástica!? Sim, fiz plástica! Mas se você não treinar, a plástica não rola. Ela não vai ficar lá, bonita, se você come o que não deve, se você excede na bebida alcoólica, nos doces, na gordura... Eu como de tudo. Mas eu como de tudo um pouquinho", afirmou.

Peluda, com orgulho

Na publicação, Gretchen contou que realiza reposição hormonal há quatro anos, quando começou a sentir "sintomas horríveis" de menopausa, como cefaleia (sensação dolorosa em qualquer parte da cabeça), cólicas, queda da libido e perda de cabelo. "Os tempos mudaram. As mulheres de 60 hoje são as de 30. Então a gente tem, sim, que fazer reposição hormonal", defendeu ela, que é casada com o saxofonista Esdras de Souza, com quem mora em Belém, no Pará.

Em Sergipe: Maiara, da dupla com Maraísa, interrompe show após equipe trocar vinho por suco de uva

A cantora ponderou, no entanto, que o uso elevado de testosterona pode acarretar no crescimento de pelos por todo o corpo. Há poucas semanas, ela deu o que falar na internet depois de postar um vídeo no Instagram tomando sol de biquíni. Os seguidores ficaram surpresos ao observar que o colo, os seios e os braços da artista brasileira estão completamente cobertos de pelos, tingidos de louro.

"Sempre gostei de ter pelos. Sempre amei. Aliás, antes de fazer reposição hormonal, quando eu era novinha, com 17, 18 anos, eu tinha muito pelo. Era muito mesmo. E não tinha essa moda de clarear pelo. Então eu raspava e depilava, porque não tinha essa moda. Quando começou a moda de ter pelos loiros, eu já não tinha mais pelo de tanto depilar", contou Gretchen.

A cantora acrescentou que hoje está muito feliz com a quantidade de pelos no peito: "Quando fiz a reposição hormonal, e começaram a chegar os pelos (ela aponta para o peito) e eu pude clarear... Gente, eu me senti muito feliz, realizando um sonho da minha juventude que era ter aqueles pelinhos loiros".

Ela frisa que não liga para os comentários negativos sobre o novo visual. "Não estou nem aí, porque eu amo. Tinha muito desejo de ficar com meus pelos loirinhos, e agora eu posso: nos braços, no peito e agora também estou deixando crescer na perna", disse ela, esclarecendo que não cultiva pelos em outros órgãos: "É só a perna, gente, porque a 'menina' está lisinha que nem de bebê porque meu marido adora.

Assista ao vídeo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos