Grupo de acionistas da Eletrobras indica lista para Conselho, após renúncia coletiva

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Um grupo de acionistas da Eletrobras que representa mais de 5% do capital da empresa encaminhou ao Conselho de Administração da companhia uma lista com dez indicados para compor o colegiado. O documento foi enviado ao órgão no domingo, um dia após renúncia coletiva de nove conselheiros.

Privatização da Eletrobras: Para onde vai o dinheiro com a venda da estatal?

Petrobras no alvo: Centrão amplia ofensiva contra estatal. Na pauta, taxação sobre exportação de petróleo e CPI

Eleição na Colômbia: Gustavo Petro vence pleito. Entenda por que a esquerda nunca havia chegado ao poder no país

Um dos indicados é Ivan Monteiro, ex-presidente da Petrobras e atual copresidente do Credit Suisse no Brasil. Marcelo Gasparino, que está no Conselho da petroleira, também é um dos indicados. Veja a lista completa abaixo:

Carlos Augusto Leone Piani

Daniel Alves Ferreira

Felipe Vilela Dias

Ivan de Souza Monteiro

Marcelo de Siqueira Freitas

Marcelo Gasparino da Silva

Marisete Fatima Dadald Pereira

Octavio Cortes Pereira Lopes

Vicente Falconi Campos

Pedro Batista de Lima Filho ( candidato para eleição em separado pelos acionistas titulares de ações preferenciais)

Dos nomes listados acima, três já são conselheiros da Eletrobras e estavam entre os que renunciaram ao cargo no sábado, como informou o colunista Lauro Jardim.

No fim de semana, nove conselheiros renunciaram - o Conselho tem 11 cadeiras, mas uma está vazia. O mandato deles havia começado em abril de 2021. A nova eleição deve ocorrer em julho.

Portugal: Quer tirar a cidadania portuguesa? Saiba como no passo a passo

Na justificativa, os executivos alegaram que, com a privatização da Eletrobras, será necessária uma nova composição do colegiado para refletir a nova distribuição das ações da empresa.

O processo de privatização ocorreu por meio da capitalização da companhia, que levou à diluição da posição majoritária do governo. Assim, a Eletrobras deixou de ter controlador definido.

Na carta enviada ao Conselho com a lista de indicados, os acionistas da Eletrobras pedem que seja fixado prazo para o mandato unificado do Conselho de Administração.

Segundo a Eletrobras, as indicações terão de passar pelo crivo do Comitê de Pessoas, Elegibilidade, Sucessão e Remuneração, "a fim de verificar se atendem os requisitos de elegibilidade exigidos para eleição em Assembleia Geral de acionistas".

Entre os signatários do documento estão 3G Radar, Banco Clássico, XP Gestão de Recursos e Vinci Equities gestora de recursos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos