Grupo antirracista pinta frase '#PareOAbusoDePoder' na ponte estaiada de São Paulo

·1 minuto de leitura
Foto: Divulgação/@bragadrones

RIO - Cartão postal de São Paulo, a Ponte Octávio Frias de Oliveira, a ponte estaiada, localizada na Zona Sul da cidade, foi pintada na madrugada deste domingo com a frase "#PareOAbusoDePoder". A mensagem foi grafada em uma das pistas da estrutura por integrantes de movimentos antirrascita e moradores de comunidades paulistanas. As informações sobre o ato foram registradas pelo portal G1.

A escolha da frase, de acordo com organizadores, teve como objetivo representar a insatisfação de pessoas negras em relação a casos de abusos de poder cometidos por autoridades contra essa parcela da população, parte deles com desfechos fatais para as vítimas. As ocorrências em questão costumam envolver profissionais da área de segurança pública, como policiais.

— Essa é mais uma possibilidade de construção, de ponte para o futuro. Então, quando a gente fala da importância da ponte estaiada, eu acho que é um símbolo também de uma ponte, de algo que a gente quer construir para o futuro — disse o artista Kleber Pagú, do coletivo cultural "Nós Artivistas".

O mesmo grupo responsável pela intervenção artística já havia pintado, em novembro, a frase "#VidasPretasImportam" na Avenida Paulista, no Centro de São Paulo. O protesto registrou a indignação causada pelo assassinato de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro, por seguranças em um supermercado de Porto Alegre.

Ao todo, o movimento pintou sete frases na cidade com o objetivo de atrair a consicência dos moradores da capital paulista para o racismo estrutural que oprime a população negra do Brasil. A Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo informou ao G1 que todas as intervenções feitas pelo coletivo tiveram o apoio da pasta e também da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).