Grupo de brasileiros 'comuns' deve entregar faixa a Lula

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 24.10.2022 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da Coligação Brasil da Esperança, durante atendimento à imprensa nesta segunda-feira (24/10), em São Paulo. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 24.10.2022 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da Coligação Brasil da Esperança, durante atendimento à imprensa nesta segunda-feira (24/10), em São Paulo. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A equipe que prepara a cerimônia de posse na transição de governo avalia escolher um grupo de brasileiros representativos para passar a faixa presidencial a Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Como o Painel mostrou, o presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a cogitar sair do país para não entregar a acessório a seu sucessor.

Diante disso, auxiliares de Lula discutem escolher pessoas comuns que representem a diversidade do povo brasileiro para, em conjunto, passar a faixa ao novo presidente.

O grupo de trabalho sobre o tema se reuniu na sexta-feira (18) no Centro Cultural do Banco do Brasil, onde o gabinete de transição funciona em Brasília. Quem coordena os trabalhos nesta área é a futura primeira-dama, a socióloga Rosângela Silva, a Janja, que está acompanhando o presidente eleito em viagem no exterior.