Grupo faz ato contra prisão de jovem confundido com filho de traficante

·1 minuto de leitura

Manifestantes protestam na manhã deste sábado na porta do Presídio José Frederico Marques, em Benfica, contra a prisão do assistente de logística Vinicius Matheus Barreto Teixeira, de 21 anos. Ele foi preso na última segunda-feira, no seu trabalho, em Macaé, confundido com o filho do traficante Messias Gomes Teixeira, conhecido como Feio, de 42 anos, que tem o mesmo nome do seu pai. O filho procurado é acusado de integrar a mesma quadrilha de tráfico.

A manifestação foi organizada por membros da igreja de Vinicius, a Comunidade Evangélica Shalom. Nos cultos, o jovem, que também é músico, toca contrabaixo, teclado e bateria. Eles levaram cartazes em que pediam a liberdade para ele.

— Esta foi uma iniciativa dos jovens da igreja e da banda que se mobilizaram e alugaram o ônibus para estarem aqui. A ideia é trazer um pouco de afago e carinho para perto dele, além de protestar contra essa injustiça em uma manifestação pacífica — explicou o pastor Wandson Vieira.

O advogado da família Daniel Augusto Sampaio de Carvalho já fez um pedido de habbeas corpus e agora prepara um novo pedido de liberdade.

— Vou levar diretamente à juíza da 4ª Vara Criminal de Niterói, na quarta-feira. Estou tentando viabilizar também a entrada dos pais para verem o filho de forma extraordinária- explica o advogado.

Já o pai de Vinicius é funcionário de transporte de equipamentos, diácono na igreja e líder do grupo de adolescentes. Ele tem 46 anos e garante que vai processar o Estado pela prisão do jovem e pelo sofrimento que a família está passando.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos