Grupo faz protesto contra Bolsonaro e é atacado por apoiador do ex-presidente nos EUA

Ataque aconteceu em frente ao condomínio onde o ex-presidente está hospedado

Protesto contra Bolsonaro aconteceu em Orlando - Foto: Divulgação/Defend Democracy in Brazil
Protesto contra Bolsonaro aconteceu em Orlando - Foto: Divulgação/Defend Democracy in Brazil

Um grupo em defesa da democracia realizou na última segunda-feira (23) protesto contra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em frente ao condomínio Encore Resort onde ele está hospedado em Orlando, nos Estados Unidos.

Cartazes e caminhão

Chamado "Defend Democracy in Brazil" (Defenda a Democracia no Brasil), o grupo esteve na frente da casa do ex-lutador de MMA José Aldo, onde se "refugiou" Bolsonaro, com cartazes com os dizeres: "Jail Bolsonaro" (prendam Bolsonaro) e "nossa bandeira jamais será terrorista".

Um caminhão contratado pelos manifestantes circulou pela cidade com um painel de LED no qual se liam frases contra a presença do ex-presidente. O veículo também exibia críticas aos gastos de Bolsonaro no cartão corporativo e lembrou as mortes ocorridas durante a pandemia de Covid-19, o descaso com os povos Yanomamis e a incitação aos atos terroristas do último dia 8, em Brasília.

Grupo é atacado

Durante o protesto, que acontecia de forma pacífica, um apoiador bolsonarista se irritou e atacou o grupo.

Imagens divulgadas no Twitter do Defend Democracy in Brazil mostram o momento em que o rapaz deixa o carro branco em que estava e tenta tomar o celular da pessoa que filmava.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Dá para você parar de me filmar? Estou falando para você parar de me filmar", diz o bolsonarista. "Você atacou a gente, amigo. Não encosta na minha câmera não, responde o manifestante".

O apoiador do ex-presidente acusa do grupo de ser "baderneiro", enquanto os manifestantes pedem que a polícia seja chamada.

Faixa foi arrancada

Um segundo vídeo, postado posteriormente, mostra o mesmo apoiador bolsonarista estacionando o carro e arrancando uma faixa das mãos de um dos manifestantes.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O rapaz corre e consegue retomar o objeto, momento no qual a confusão começa e o bolsonarista parece chamá-lo para a briga.

Grupo procura bolsonarista

Não foi divulgado se a polícia, de fato, precisou atender a ocorrência. O grupo Defend Democracy in Brazil divulgou a placa do carro do apoiador do ex-presidente na tentativa de localizá-lo.