Grupo reivindica autoria de ataque a metrô na Rússia, diz que agiu sob ordens da Al Qaeda

ABIDJAN (Reuters) - Um grupo chamado Batalhão Imã Shamil reivindicou a responsabilidade pela explosão no metrô de São Petersburgo, na Rússia, que causou a morte de 16 pessoas neste mês, e afirmou que agiu sob as ordens da Al Qaeda, segundo o grupo de monitoramento SITE.

Em um comunicado, publicado originalmente por uma agência de notícias da Mauritânia e traduzido pelo SITE, o pouco conhecido grupo disse que o executor do ataque, Akbarzhon Jalilov, agiu sob instruções do líder da Al Qaeda, Ayman al-Zawahiri.

(Reportagem de Joe Bavie)