GSK e Sanofi iniciam novo teste de vacina contra Covid após problemas em 2020

Pushkala Aripaka e Matthias Blamont
·1 minuto de leitura
Prédio da farmacêutica GlaxoSmithKlin no Reino Unido

Por Pushkala Aripaka e Matthias Blamont

(Reuters) - A britânica GlaxoSmithKline e a francesa Sanofi disseram, nesta segunda-feira, que iniciaram um novo teste clínico de sua candidata a vacina contra Covid-19 e que pretendem chegar à fase final do ensaio no segundo trimestre.

Se os resultados forem conclusivos, as duas farmacêuticas esperam ver a vacina aprovada até o quarto trimestre -- a meta inicial era a primeira metade deste ano.

A decisão chega depois de as farmacêuticas terem informado em dezembro que sua vacina seria adiada porque testes clínicos mostraram uma reação imunológica insuficiente em pessoas mais velhas.

O novo teste visa avaliar a segurança, a tolerância e a reação imunológica da vacina em 720 adultos saudáveis dos Estados Unidos, Honduras e Panamá, disseram as empresas.

A candidata da Sanofi e da GSK usa a mesma tecnologia baseada em proteína recombinante das vacinas antigripe sazonais da Sanofi. Ela contará com um adjuvante, uma substância que atua como um reforça da vacina, feito pela GSK.

O estudo testará duas injeções aplicadas com 21 dias de intervalo.

(Por Pushkala Aripaka em Bengaluru e Matthias Blamont em Paris)