Guarani pretende reverter decisão por sorteio na Copa do Brasil

Sorteio para vaga na Copa do Brasil na última segunda-feira colocou o Criciúma na competição e tirou o Guarani do torneio.

Sorteio para vaga na Copa do Brasil na última segunda-feira colocou o Criciúma na competição e tirou o Guarani do torneio.
Sorteio para vaga na Copa do Brasil na última segunda-feira colocou o Criciúma na competição e tirou o Guarani do torneio. Foto: (Reprodução/CBF TV)

Lado perdedor no sorteio realizado na sede da CBF na última segunda-feira, quando o Criciúma saiu classificado para a Copa do Brasil, o Guarani trabalha, através de seu departamento jurídico, para que a situação definida seja revertida, seja no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) ou no TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo).

Antes mesmo do sorteio ser realizado, o clube de Campinas já havia entrado com uma ação no STJD contra a CBF, mas não houve resposta a tempo de interromper a dinâmica feita. Desta vez, os planos de clube são de, na instância regional, processar a FPF (Federação Paulista de Futebol). Uma entrevista coletiva foi agendada para esta terça-feira por Ricardo Moisés, presidente do clube, onde é esperado que o mandatário questione os critérios estabelecidos pela FPF, além de reclamar contra a CBF pela forma com que a vaga foi definida.

Leia também:

Entenda o caso:

Acabou na última segunda-feira o mistério que ainda rondava sobre os clubes classificados para a Copa do Brasil de 2023. Depois de uma grande polêmica envolvendo Criciúma e Guarani, que estavam empatados nos critérios do Ranking Nacional de Clubes e disputavam uma vaga, um sorteio realizado na sede da CBF garantiu o clube catarinense no maior torneio do país.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Com o término da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, onde o Criciúma acabou em oitavo lugar e o Guarani ficou com a décima colocação, os dois times restaram empatados na 33ª posição do ranking com exatos 4.128 pontos. Por não ter critério de desempate no regulamento da competição, o sorteio foi feito pela CBF, que negou a possibilidade da realização de um jogo entre os catarinenses e paulistas para a definição da vaga.