Guarda é preso com arsenal em carro esportivo no interior de SP

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRSS) - Um guarda-civil municipal de 40 anos foi preso quando transportava 31 armas no porta-malas de um Chevrolet Camaro, na manhã desta terça-feira (29), em Americana (127 km de SP). O arsenal seria usado por quadrilhas envolvidas em roubos, segundo a Polícia Civil. O GCM era investigado pelo Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), suspeito de alugar e vender armas para o crime organizado. "As informações indicavam que um homem, conhecido por ter um Camaro branco, estaria fornecendo armas para operacionalizar quadrilhas envolvidas em roubos. Ele teria como base a cidade de Americana", diz trecho de nota. Com base nessas informações, investigadores da 5ª Delegacia do Patrimônio conseguiram interceptar o esportivo de luxo no cruzamento da rua Florindo Cibin com a avenida Carminé Feola. No porta-malas do veículo foram encontrados e apreendidos três fuzis, três garruchas, cinco espingardas, seis revólveres, além de 14 pistolas. Essa quantidade de armamento equivale a 70% das 44 armas de fogo apreendidas na cidade, entre janeiro e agosto deste ano, segundo dados da SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB). A polícia acrescentou que o esportivo de luxo, ano 2014, pertence ao GCM e está avaliado em R$ 144.603, segundo tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). O guarda foi indiciado por porte ilegal de arma de uso restrito. As investigações continuam para apurar para quem ele fornecia o material e e por quais valores. OUTRO LADO A Prefeitura de Americana, gestão Omar Najar (MDB), afirmou não ter sido informada ainda sobre a prisão do GCM. Porém, o governo municipal garantiu que vai apurar a questão "para tomar internamente as medidas cabíveis, se necessárias." A Guarda Civil Municipal de Americana destacou não aceitar "práticas criminosas de seus patrulheiros."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos