Guarda acaba com festa para 500 pessoas em chácara no ABC Paulista

WILLIAM CARDOSO
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A GCM (Guarda Civil Municipal) de São Bernardo do Campo (ABC) interrompeu uma festa com 500 pessoas, nesta quarta-feira (10), na região do Riacho Grande, às margens da represa Billings. Segundo a prefeitura, a maioria dos participantes do evento irregular era formada por jovens sem máscaras. A administração municipal, sob a gestão de Orlando Morando (PSDB), disse que chegou até o local após realizar um monitoramento em redes sociais, encontrando postagens com a divulgação do evento. A ação para acabar com a festa contou com apoio de barcos da Guarda Ambiental. Os frequentadores do evento, divulgado como "Quarta Loka", ainda tentaram fugir da abordagem. Segundo a prefeitura, cerca de 70 veículos e ao menos 10 motos aquáticas foram encontradas dentro da propriedade. A administração municipal afirma que São Bernardo registra 92% de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), um dos maiores índices desde o início da pandemia. A chácara onde foi realizada a festa foi periciada pela Polícia Científica. No início da noite, os frequentadores do evento foram levados em ônibus até a sede do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) do município. "Temos que seguir com atuação reforçada, porque, infelizmente, muitas pessoas não estão cumprindo as determinações de restrições. Vamos seguir com fiscalização constante pelas ruas para evitar mais episódios como esse", disse o secretário de Segurança Urbana da cidade, coronel Carlos Alberto dos Santos, em nota divulgada pela prefeitura.