Guarda que acompanhou funeral da rainha Elizabeth 2ª é encontrado morto em quartel

Soldado participou do cortejo fúnebre da rainha Elizabeth II. Foto: Reprodução / Redes sociais.
Soldado participou do cortejo fúnebre da rainha Elizabeth II. Foto: Reprodução / Redes sociais.
  • O soldado participou do cortejo fúnebre da rainha Elizabeth II;

  • Jack Burnell-Williams foi encontrado morto por policiais e paramédicos;

  • As autoridades não estão tratando a morte como suspeita.

Um guarda de 18 anos que acompanhou o caixão da rainha Elizabeth II durante seu funeral foi encontrado morto em um quartel do exército de Londres na última semana. A causa da morte não foi informada pela polícia, que disse em comunicado que não a trata como suspeita.

Veículos de mídia britânicos como BBC e Dailymail repercutiram o caso na última sexta-feira (30). Na quarta-feira (28), policiais e paramédicos foram chamados ao quartel, próximo ao Palácio de Buckingham, e encontraram Jack Burnell-Williams já sem vida.

Leia também:

"É com tristeza que podemos confirmar a morte do soldado Jack Burnell-Williams em 28 de setembro de 2022, no Hyde Park Barracks", disse um porta-voz do exército em comunicado. "Nossos pensamentos estão com a família e os amigos do soldado neste momento difícil e pedimos que sua privacidade seja respeitada".

No dia do funeral de Elizabeth II, a família de Burnell-Williams publicou vídeos do Regimento Montado da Household Cavalry em meio à procissão, dizendo que seu filho estava “cumprindo seu dever para a rainha em sua jornada final”.

Durante a cerimônia fúnebre de 19 de setembro, guardas da Cavalaria Doméstica acompanharam o rei Charles e outros membros da realeza.