Guardião do Cristo Redentor, Padre Omar dá benção ao Cristo Protetor de Encantado (RS) e quer ir na inauguração

Marjoriê Cristine
·4 minuto de leitura

RIO — A construção do Cristo Protetor da cidade de Encantado, no Rio Grande do Sul, que foi inspirado no Cristo Redentor, repercutiu no Brasil e no mundo após uma provocação do prefeito do Rio, Eduardo Paes. No entanto, a estátua que terá 43 metros já recebeu a bênção de Padre Omar, reitor do Santuário Cristo Redentor e pároco da Paróquia São José da Lagoa. O guardião do Morro do Corcovado, que é uma das Sete Maravilhas Modernas do mundo, recebeu com a alegria a notícia que mais uma obra inspirada no Redentor é erguida no Brasil. Em um levantamento feito pelo acervo do santuário do Rio, há aproximadamente mais de 200 Cristos espalhados pelas cidades brasileiras.

Em 2021, o Cristo Redentor completou 90 anos, e padre Omar relembra que ele foi construído com ajuda dos fiéis católicos, algo semelhante ao Cristo Protetor de Encantado. Em entrevista ao GLOBO, o prefeito da cidade, Jonas Calvi, informou que a ideia original veio do padre João Granzotto, um pároco no município, que sentiu a necessidade de ter uma imagem que pudesse proteger a localidade. Alguns empresários doaram o terreno onde foi erguida a estrutura e, logo a população e empresários começaram a bancar o andamento da obra. Quem organiza essa coleta para bancar a obra orçada em R$ 2 milhões é a Associação Amigos do Cristo, de Encantado.

— Muito nos alegrou de saber que mais um município brasileiro percebe a grandiosidade do monumento Cristo Redentor, que foi construído a partir da mobilização de fiéis católicos e inaugurado em 1931. O Cristo indica essa dimensão da redenção, da proteção e da solidariedade. De modo especial, é ótimo saber que no Brasil há mais de 200 Cristos, que foram construídos e inspirados no nosso Redentor da colina do Corcovado. Nós nos alegramos que tantos outros países têm a sua devoção e a sua fé pautada no nosso Cristo também, como o Cristo Rei da cidade de Almada, em Portugal — diz o pároco.

Padre Omar ficou tão feliz com a novidade do Cristo Protetor que espera um convite para inauguração da obra. A previsão é que a obra fique pronta até o fim do ano de 2021, mas tudo depende do clima. Nessa época, o outono gaúcho é mais chuvoso e úmido, assim como o inverno. Então, as condições climáticas vão determinar o andamento. A parte estrutural está 70% pronta, enquanto a parte escultural está em 30% finalizada. A escultura é feita por um artista cearense Marcos Moura.

— Mais uma vez a gente parabeniza pela grande iniciativa da cidade de Encantado em erguer um Cristo. Nós queremos fazer parte dessa história também. Vamos convidar, em breve, os autores desse Cristo para fazer uma visita do nosso Cristo, no Corcovado. Mas também aguardamos o convite especial por parte da prefeitura e dos autores para que a gente possa estar ali presente, participando dessa importante inauguração de mais um Cristo Redentor no nosso país — afirma o padre carioca.

Prefeito agradece bênção

Ao saber do desejo do Padre Omar de estar presente na inauguração, o prefeito de Encantado já avisou que o convite será formalmente realizado. O mesmo irá acontecer com o prefeito Eduardo Paes, como o próprio Jonas Calvi já havia mencionado.

— Ficamos muito felizes com a manifestação do Padre Omar. É um gesto que demonstra amor, fé, esperança e acolhimento, sentimentos que nos remetem à imagem de Jesus Cristo e que nos confortam, sobretudo, pelos momentos desafiadores que estamos passando, de enfrentamento da pandemia. O Padre Omar já é nosso convidado para a inauguração do Cristo Protetor de Encantado, assim como o prefeito Eduardo — diz Calvi.

O Cristo Protetor de Encantado é feito de concreto ferro no alto do Morro das Antenas, às margens da Lagoa de Garibaldi, aberta na década de 1920 para construção de uma hidrelétrica que gerou energia para cidade. A vista não é para as praias da Zona Sul, para Baía de Guanabara ou para Lagoa Rodrigo de Freitas, como Eduardo Paes provocou em uma postagem no último sábado. No entanto, é possível ter uma vista inteira da cidade de Encantado e do Vale do Taquari, uma região muito conhecida e visitada nos Pampas. O prefeito Jonas Calvi foi surpreendido com toda repercussão gerada pelo comentário do prefeito do Rio, mas aproveitou a brecha para convidá-lo para inauguração.

— Foi uma grande surpresa toda essa repercussão. Nós, gaúchos, temos o perfil de que, se um não quer, dois não brigam. Não queremos competir e nem nos comparar com o Rio de Janeiro. O Rio todo mundo conhece, tem todos os atrativos maravilhosos. Nós só queremos construir o nosso Cristo, mostrar a nossa população e ao nosso estado que é hospitaleiro, que temos uma cultura forte, e dá a possibilidade de mostrar que o nosso Cristo Protetor está de braços abertos para quem quiser visitá-lo. Entramos na brincadeira (com o Paes). Queremos muito que o Paes esteja presente na inauguração. Eu vou fazer um ofício formal quando a obra estiver pronta. Será um prazer recebê-lo aqui — afirma Calvi.