Guardiola cita Jesus e desconversa sobre contratação de substituto para Aguero no City: 'Com esses preços, é impossível'

·1 minuto de leitura

Com a saída do ídolo Aguero confirmada para o fim da atual temporada, o Manchester City ficará órfão de uma de suas principais opções ofensivas nos últimos anos. Mas o técnico Pep Guardiola já trabalha com a possibilidade de não haver reposição para o camisa 10. Nesta sexta-feira, o técnico explicou que questões financeiras (relativas à pandemia da Covid-19) podem inviabilizar a chegada de um atacante de peso ao Etihad.

— Com esses preços, não vamos comprar um atacante. É impossível, não daremos conta. Não vai acontecer. Todos os clubes estão com dificuldades financeiras, e nós não somos exceção — disse o treinador.

Haaland e Harry Kane foram alguns dos jogadores especulados no clube pela mídia britânica nos últimos meses. Apesar de não descartar completamente a possibilidade de uma chegada para o ataque, o espanhol valorizou Gabriel Jesus e Ferran Torres, e sinalizou que eles poderão atuar na função.

— Temos Jesus e Torres, que jogaram incrivelmente bem nessa temporada naquela posição. Temos jovens jogadores na base, além de jogarmos várias vezes com um falso nove — explicou.