Guardiola testa positivo para Covid-19 e Manchester City chega a 21 casos confirmados

·1 min de leitura

O futebol inglês segue mergulhado na nova onda de casos de Covid-19. Nesta quinta-feira, o Manchester City confirmou que chegou a 21 casos confirmados da doença após o técnico Pep Guardiola e o seu auxiliar, Juanma Lillo, testarem positivo.

Segundo o clube, dos 21 casos, sete são de jogadores da equipe principal e outros 14 foram detectados entre os funcionários do clube. No dia 1º, Guardiola revelou um aumento de casos após os períodos de Natal e ano novo.

— Tivemos muitas lesões e casos de Covid. Phil Foden, Kyle Walker e Rodri estão voltando após o isolamento. Estivemos incrivelmente cansados neste período.

Sem Guardiola e Lillo, o auxiliar Rodolfo Borrell comanda o City nesta sexta-feira, contra o Swindon Town, pela Copa da Inglaterra.

A nova onda de casos no Reino Unido, impulsionada pela variante ômicron, vem afetando fortemente a Premier League desde meados de dezembro. As rodadas de fim de ano tiveram uma série de adiamentos de partidas e novos casos não param de ser detectados.

Na quarta-feira, o Liverpool decidiu, em coordenação com as autoridades de saúde, fechar o seu centro de treinamento, depois de a última rodada de testes ter revelado mais casos positivos de Covid-19. Pepijn Lijnders, auxiliar que substituía o técnico Jurge Klopp, foi mais um a ter a infecção confirmada nos reds.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos