Guatemala pede que Estados Unidos busquem dinheiro do narcotráfico

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Iván Duque (e) recebe o colega Alejandro Giammattei no palácio presidencial, em Bogotá (AFP/Juan BARRETO)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, pediu nesta quinta-feira aos Estados Unidos, maior consumidor mundial de cocaína, que busquem o dinheiro do narcotráfico em seu sistema financeiro.

“Quero enviar uma mensagem aos grandes países consumidores, especialmente aos Estados Unidos, que são os que mais consomem, mas também é onde está o dinheiro”, disse o presidente guatemalteco durante visita oficial à Colômbia. Giammattei afirmou que "é a busca desse dinheiro que está nos bancos dos Estados Unidos" que levará ao "enfraquecimento das estruturas criminosas".

A Guatemala, como o restante da América Central, é um ponto de passagem das drogas vendidas nos Estados Unidos e produzidas na América do Sul, principalmente na Colômbia, maior produtor mundial de cocaína.

Juntamente com o colega colombiano, Iván Duque, Giammattei aplaudiu a "colaboração estreita" entre os dois governos para combater o "crime internacional e o tráfico de drogas". Ele assumiu o cargo em 2020, com a promessa de atacar os grupos criminosos que lucram com o tráfico de drogas.

lv/vel/dl/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos