Guedes diz que aliança que venceu eleições de 2018 se fortaleceu em pleito deste ano

Marcelo Corrêa
·1 minuto de leitura
Reprodução
Reprodução

BRASÍLIA - Apesar do desempenho ruim de candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro no primeiro turno das eleições municipais, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira que a aliança que venceu nas urnas em 2018 saiu fortalecida no pleito deste ano.

— A mesma aliança de centro-direita que ganhou as eleições que ganhou as eleições em 2018 continuou ampliando seu espectro de votos. Não se refere a um particular candidato aqui ou ali ou sequer só ao nosso governo, Estou falando de partidos políticos de centro-direita — disse Guedes, durante evento virtual do setor de previdência privada.

Como mostrou o GLOBO, dos seis nomes que receberam apoio explícito do presidente em capitais, somente Capitão Wagner (PROS), em Fortaleza, e Marcelo Crivella (Republicanos), que concorre à reeleição no Rio, seguem na disputa até o dia 29.

Sem avaliar o desempenho de candidatos apoiados diretamente por Bolsonaro, Guedes citou o desempenho de partidos como o PSD e o PP, que elevaram o número de prefeituras em 2020. Segundo o ministro, o objetivo do comentário — fora dos temas que costuma abordar em palestras — era rever o que chamou de narrativas políticas.

— O que aconteceu durante a eleição foi que uma aliança de conservadores nos costumes e liberais na economia venceram a eleição. Aliás, todos os partidos de centro-direita venceram também agora as eleições municipais. Não é que tenham ganho todas as prefeituras. O que estou dizendo é que todos os partidos de centro-direita, DEM, PP, PSD, todos os partidos de centro-direita tiveram aumento do número de prefeituras — disse o ministro.