Guerra abre novos mercados para soja e frango brasileiros, mas exigências europeias bloqueiam expansão

A guerra na Ucrânia perturbou ainda mais o mercado de commodities. Além do petróleo, os preços de produtos como cereais e oleaginosas sofreram aumento recorde. As exportações brasileiras de soja e o frango poderiam se beneficiar do contexto e conquistar mais mercados na Europa – mas, para isso, devem corresponder às rígidas normas do bloco.

A Rússia e a Ucrânia são dois grandes produtores mundiais de commodities. A zona do mar Negro foi responsável, no ano passado, por 30% das exportações mundiais de trigo, praticamente 14% das de milho e dois terços das de semente de girassol.

Além disso, a economia mundial já vinha de um ciclo de alta dos preços das commodities devido à pandemia de Covid-19. De acordo com uma nota técnica divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) no final de abril, o valor dos produtos agrícolas no Brasil atingiu níveis recordes nos primeiros meses de 2022.

Os reflexos da queda drástica das exportações da Ucrânia e da Rússia pioraram o cenário: o trigo deve subir 42,7% e seguir em alta, assim como a cevada (33,3%), a soja (20%) e o frango (41,8%).

O impacto desses aumentos de preço no bolso dos brasileiros já é conhecido, mas o que dizer das consequências nas exportações? Novos mercados poderiam se abrir para o trigo ou para o milho brasileiro? Apesar da economia brasileira ser baseada em commodities, para os especialistas entrevistados pela RFI, a questão é mais complexa.

Aumento da produção de trigo e do preço do pão

Bola da vez

Mas outros produtos poderiam aproveitar à alta da demanda por commodities gerado pela guerra para conquistar outros mercados, como explica Maria Cecília Kreter.


Leia mais

Leia também:
Le Monde critica manual escolar que faz propaganda do agronegócio nas escolas do Brasil
Mudanças climáticas no Brasil podem transformar café e laranja em produtos de luxo no mundo
Anúncio da China sobre desmatamento ilegal coloca agro brasileiro sob pressão

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos