Guerra na Ucrânia: situação no terreno

A contraofensiva ucraniana é visivelmente degradante para as capacidades logísticas e administrativas russas no sul da Ucrânia ocupada diz o Instituto para o estudo da guerra; acrescentando que as tropas ucranianas procuram atribular o funcionamento destas capacidades logísticas, através de ataques de precisão às concentrações de soldados e equipamento, centros de comando e centros de logística.

Os oficiais militares ucranianos mantiveram o silêncio operacional relativamente ao progresso da contra-ofensiva ucraniana, mas relataram o vanço na destruição das linhas terrestres de comunicação russas em Kherson central. Moscovo negou, dizendo, que Kiev perdeu o controlo de todo o território da região de Kherson.

Apesar dos esforços para conter a recente ação ofensiva ucraniana, o principal esforço da Rússia na Ucrânia continua quase de certeza a ser a operação ofensiva no Donbas.

Os principais eixos de avanço no Donbas permanecem em Avdiivka, perto da cidade de Donetsk e, a 60 km a norte, à volta de Bakhmut. - Segundo o Ministério da Defesa do Reino Unido.

Aqui as forças russas conduziram ataques terrestres a leste de Siversk, nordeste e sul de Bakhmut, e ao longo da periferia noroeste da cidade de Donetsk.

O Instituto para o Estudo da Guerra diz que o Kremlin deu mais um passo no sentido de utilizar batalhões regionais de voluntários para substituir as perdas na Ucrânia.

O Presidente russo Vladimir Putin elogiou publicamente as forças separatistas dizendo que estão a lutar melhor em Donbas do que os soldados profissionais russos.

O Instituto para o Estudo da Guerra diz que esta medida se destina provavelmente a motivar o recrutamento e a reestruturar a cobertura russa da guerra.