Guerra na Ucrânia: família busca brasileiro após postagem sobre morte em rede social

André Luis Hack Bahi fazia parte da Legião Internacional de Defesa Territorial da Ucrânia. Foto: Reprodução/Facebook.
André Luis Hack Bahi fazia parte da Legião Internacional de Defesa Territorial da Ucrânia. Foto: Reprodução/Facebook.
  • Companheiro compartilhou foto nas redes sociais lamentando morte

  • Embaixada da Ucrânia e Consulado brasileiro não deram mais informações

  • André Luis estava na cidade de Lviv

Uma mulher, residente de Porto Alegre (RS), busca informações sobre o paradeiro de seu irmão que estaria lutando contra a Rússia na Ucrânia. Um companheiro de André Luis Hack Bahi publicou em suas redes sociais, neste domingo, que o homem teria morrido em combate.

A irmã é a supervisora de telemarketing Letícia Hack Bahi. Nem o Consulado do Brasil em Kiev, nem a Embaixada da Ucrânia no Brasil, confirmam a morte aos familiares. As informações são do portal G1.

Segundo Letícia, a família tenta contato com diplomatas que estão na cidade de Lviv. "Muito triste, a gente não tem a certeza ainda. Vamos ter que ter paciência, a cidade ficou destruída. Temos que estar preparados", lamentou em entrevista ao portal G1.

De acordo com o perfil de André nas redes sociais, ele atuava na Legião Internacional de Defesa Territorial da Ucrânia. Antes de ir à Europa combater, ele morava no Ceará e se separou da esposa para fazer a viagem.

"Queria salvar vidas, era um grande sonho dele. Foi para a França, Portugal e pegou uma carta [autorização para ir ao país]. Ficou compadecido com o presidente da Ucrânia e se apresentou. A Ucrânia tem que se responsabilizar", declarou a irmã.

A família soube da suposta morte pelas redes sociais do colega de André. Desde então, eles buscam mais informações sobre seu paradeiro. "Não tem nome em lista nenhuma", conta Letícia.

André é pai de sete filhos e já serviu no Exército Brasileiro, além de ter trabalhado como socorrista da capital do Rio Grande do Sul. Anteriormente, teria participado de uma missão militar na Costa do Marfim. Lá, ele se feriu e foi tratado por forças francesas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos