Guia de turismo é morto a facadas por mulheres ao reagir a assalto no Centro do Rio; vídeo

O guia de turismo Daniel Mascarenhas Xavier da Silva, de 31 anos, foi morto na madrugada de quarta-feira no Centro do Rio, quando voltava do trabalho. Ele foi abordado por duas mulheres em uma moto e, ao reagir ao assalto, acabou esfaqueado. O Corpo de Bombeiros foi acionado às 2h10, mas já o encontrou sem vida no local.

Em liberdade: Entregador baleado e mantido sob custódia em hospital recebe alta e vai para casa após decisão da Justiça

Em favelas do Rio: Relembre casos de moradores que tiveram objetos confundidos com armas durante operações

Imagens feitas por câmeras de segurança mostram que as duas mulheres o abordam na Rua 20 de Abril. Elas apontam uma arma para Daniel, que entrega seus pertences. Mas, logo em seguida, ele reage e entra em uma luta corporal com as criminosas, e acaba esfaqueado.

Mesmo ferido, ele recupera a bolsa e sai andando. Segundo o Corpo de Bombeiros, Daniel foi encontrado já sem vida em frente ao Hospital Souza Aguiar, na Praça da República. Equipes do 5º BPM (Praça da Harmonia) também foram acionadas e constataram a morte do guia de turismo. Uma faca e um simulacro de arma de fogo foram apreendidos no local.

Violência: PM admite que matou morador da Cidade de Deus por estar com objeto 'que aparentava ser um fuzil'

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital, que já ouviu testemunhas. De acordo com a Polícia Civil, diligências estão em andamento para apurar a autoria e a motivação do crime.

Nas redes sociais, comissárias de bordo que trabalharam com Daniel lamentam a morte do colega: "Agradeço a Deus por ter a honra de conhecer e voar com Daniel Mascarenhas. Mais carinhosamente chamado de 'Masca'. Deus conforte sua família e a nós os amigos", disse uma delas.