Guilherme Briggs é alvo da ataques após dublar anime 'Chainsaw man'

Um dos principais nomes da dublagem no Brasil, Guilherme Briggs vem sofrendo com ataques por parte dos fãs do anime "Chainsaw man", disponibilizado na Crunchyroll, no qual empresa sua voz para o icônico personagem Demônio do Futuro.

Sidney Magal fala sobre melhor forma de se definir: 'Sou um cantor brasileiro, latino, que solta a franga'

Beyoncé: Após virar meme, Flávio Dino esclarece que cantora não será investigada por atos antidemocráticos

O problema é que os fãs do anime estão incomodados que a versão dublada por Briggs é diferente da apresentada na versão não-oficial feita por fãs. Em um momento da trama, o personagem de Briggs diz "o futuro é show". Na versão não-oficial do mangá, o frase escolhida foi "o futuro é pica".

Acontece que Briggs não está sozinho. A adaptação "o futuro é show" também está presente na versão brasileira do mangá, lançado pela Panini, e na versão legendada do anime.

Mesmo com a explicação, o ator vem sendo alvo de trolls na internet, o que fez com que tomasse uma decisão radical: pedir para não trabalhar mais no anime.

"Pessoal, compreendo as reclamações da versão dublada da fala do Demônio do Futuro, mas a explicação foi dada e muitos entenderam. Só não aceito desrespeito comigo e agressão. Quem fizer isso será infelizmente bloqueado. Vamos manter a paz, a educação, o bom senso", disse o dublador em post no Twitter. "Fiquei muito preocupado em perder meu Twitter e Instagram por conta de algumas tentativas que fizeram hoje a noite de hackear. Estou sofrendo ataques de ódio, provocações e ameaças por causa de Chainsaw Man. Peço desculpas a vcs por essas notícias. Espero que isso tudo acabe."

Por causa dos ataques e tentativas de tomar a conta, Briggs bloqueou seu perfil no Twitter. Em interação com um fã, ele falou: "Eu vou pedir pra sair da dublagem desse anime. Não quero mais estar nele. Pra mim, acabou."

Veja a cena que gerou a discórdia: